segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Mudanças doem, às vezes perturbam

(Foto: Joca Moreira - pôr do sol in Morro de São Paulo,BA,Brasil)
Mudanças, mundanças, mutanças... Sempre nos perturbam. Os jovens lutam por mudanças: do comportamento conservador dos pais às atitudes repressoras do sistema que rege a sociedade. Os velhos esperam por mudança: do valor da aposentadoria que mal dá pra pagar os exames periódicos aos planos de saúdes que cada vez mais lhes desejam uma “passagem dessa pra melhor.” As mulheres sonham com homens mais atenciosos enquanto eles, talvez, as desejem compreensivas e menos intolerantes. E eu? Como encaro as mudanças?Penso que mudar é normal e até é bom que haja, senão a vida para. Este mês será de mudança. Tudo agora é pensado em torno dela: mudança de lugar, de cidade, de estado, de hábitos, de horário, alimentação; vizinhança, transporte, trabalho (que trabalho?); mudança de nível, pensamento, ideias (sem agudo), de ortografia, leituras; mudança de amigos, celular, casa, rua etc. enfim, tenho um mês pra acostumar meu cérebro às novas mudanças que estão por vir. Ah, e como se não bastasse, esse mês só tem 28 dias, nem mais nem menos. Então para me adaptar às novas rotinas a partir de março, melhor é começar pelo Palatus agora. Vocês já devem ter notado, amado leitor (sim, eu sei, isso é do Bruxo), que fiz uma bagunçada por aqui. Comecei pelo nome menos latinizado: Palatus divorciou-se do Colirius. Depois, uma rebocada na parede ali, um tapa buraco desse lado, uma fotografia na sala de entrada, fotos espalhadas lá no fundo...e o Palatus vai ganhando mais vida. Ainda não estou satisfeito, nunca estou, e isso é meu maior problema, mas tenho medo de arriscar uma mudança. Isso mesmo! Tenho medo de mudar sem pensar mil vezes nas consequências. Já tentei mudar várias vezes o design deste blog, esse é outro desafio, mas na hora de salvar, eu páh cancelo, e tudo volta ao que era.
Oh amigos, mudo ou não mudo o design de nosso Palatus? Eis o meu conflito. Deem-me uma luz!
jr

18 comentários:

aeronauta disse...

O pior é que eu não tenho nenhuma resposta pra te dar. Tenho dificuldades também com mudanças.
*Obrigada pelas lindas palavras lá no meu blogue!

Lidi disse...

Nilson, gostei do teu texto, principalmente, porque me encontrei nele, também estou passando por um momento de mudanças! Quanto ao blog, mude sim, tenho certeza de que o novo visual será muito bem escolhido por você! Um grande abraço e sucesso, sempre e em qualquer lugar do mundo. Você merece!!

Emanuela disse...

He,he... Eu já mudei tantas vezes a cara dos meus blogs... não tenho sossego.Adoro mudanças.Quando não estou muito de bem com a vida, não vou ás compras como dizem que fazem as mulheres, mas mudo a cara dos meus blogs. Então amigo, é o teu humor que deve determinar. D e toido jeito, gostei do texto.
Beijos

Palatus disse...

Oi Aero, obrigado vc pela visita constante.bjooo

Palatus disse...

Lidi, vc não existe...sempre um amor...Então vc vai mudar também? A formatura é um exemplo de mudança!
Bjo

Palatus disse...

Oi Emanuela, suas palavras me são bastante pertinentes...realmente, depende de meu estado de humor...vou ver um melhor momento pra eu mudar, um momento que revele meu estado positivo de espírito.
Abraço

Petite Femme disse...

É melhor eu escrever tudo com as inciais maiúsculas nesse comentário, professores costumam odiar início de frase com minúsculas...

Mudar é preciso, mesmo que seja impreciso. Certas vezes a gente tem a oportunidade de mudar e depois poder voltar atrás, continuar como se nada tivesse acontecido, se não ficarmos satisfeitos com a mudança. Há muitas coisas que gostaria de mudar e não posso, por isso vivo mudando alguma coisa no blog. Faço como uma coisa natural (talvez por estarem em constante mutação, mulheres o façam com mais freqüencia).
Mas li outro dia um comentário interessante em algum lugar: "a maioria dos blogs que tem os melhores textos, não dão muita atenção ao template".

Obrigada pela visita e pelo comentário. Passarei por aqui com menos sono (são 3:38) para ler os outros textos.

bjs

Georgio Rios disse...

Caro Nilson. orbigado por tuas palavras.E eu também, apesar de não comentar sempre, estou por aqui.

Cuidado que o vicio modus e incurável...
Divulga ele...

joão m. jacinto & poemas disse...

Quero crescer sempre,
estar em constante mudança,
não morrer;
logo terei de descansar!

Abraços poema,

joão jacinto

Lua Oliva disse...

Eu adoooouuuuurooooo a forma como vc escreve. E detalhe: agora aplicando a nova regra ortográfica (odeio,odeio e mil vezes odeio, já disse), como um bom escritor deve fazer.
Deem-me Palatus todos os dias. Eu te direi quem és. Rs...
Beijinhos


P.S- Em relação a todos os atos de iniciativa e de criação, existe uma verdade fundamental cujo desconhecimento mata inúmeras idéias e planos esplêndidos: a de que no momento em que nos comprometemos definitivamente, a providência move-se também. Toda uma corrente de acontecimentos brota da decisão, fazendo surgir a nosso favor toda sorte de incidentes e encontros e assistência material que nenhum homem sonharia que viesse em sua direção. O que quer que você possa fazer ou sonhe que possa, faça. Coragem contém genialidade, poder e magia. Comece agora. (Goethe)
Johan Wolfgang Von Goethe

Palatus disse...

João M.,
obrigado pela visita, my dear!
Boas palavras!

Palatus disse...

Oi Petite,

Não se preocupe com as iniciais maiúsculas...na net tudo é aceitável.

Agradeço pelas boas palavras e o sacrifício do sono às 3:38.
Volte semre, porém mais cedo.
Um abraço

Palatus disse...

Oi Georgio,
Já disse...não tenho medo do vício Modus Operandi...me faz bem.

Palatus disse...

Oi Oliva,
Eu aprendo muito contigo, sabia?...amor o "Agridoce, Lua".
Obrigado pelo "Eu adoooouuuuurooooo a forma como vc escreve." Agora, pensa que me conformo com essa reforma? Nem um pingo. Entretanto, tenho que me adequar, senão meus alunos me acusarão de mentiroso, incoerente e hipócrita, já que lhes ensino a escrever conforme a norma (o)culta, como diz o sociolinguista Marcos Bagno. De todo modo, concordo contigo e gostei dessa reforma por apenas um ponto: o uso do hífen!
Um abração verdadeiro.
Boa sexta!

LOURO disse...

Oi! Nelson,
passei para agradeçer a sua visita
e comentário,e desejar um bom fim de semana,

Abraço

Lourenço

Palatus disse...

Oi Louro,

Agradeço eu pela visita.

Abraço.

André Vilas Boas disse...

Imagine a vida sem cambios...
Essa troca, inerente à vida humana,
nos compõe, nos reelabora...
VIVA A METAMORFOSIANTE VIDA!!!

Tati Martins disse...

Mudanças perturbam sempre, com certeza, mas traz muitas vantagens também: revigoram, alimentam o ego... Eu sou a favor de mudança sempre, mas trabalho com a seguinte estrutura: no 1o ano eu planto; no 2o, rego; e, no 3o, colho. Aí sim é hora de refazer o processo, renovar a "terra", "afofá-la", "adubá-la".
Como 3 anos é muito tempo hoje em dia no que diz respeito à Web, pense quais seriam os prazos viáveis nesse caso.
Beijinhos