domingo, 12 de agosto de 2007

Promessas cotidianas

Promessas cotidianas
à república
Não prometi
votar na democracia
amar todos os irmãos
ainda de olho fechado
ser um filho perfeito
ser um neto querido
ser a pessoa mais justa
ser o grande namorado

Não prometi
cantar o Hino à Bandeira
honrar as datas festivas
tirar notas brilhantes
chegar à reunião antes
ler esportes no jornal
por a toalha na corda
chegar ao trabalho cedo
depois de um festival

Não prometi
rezar todas as noites
ler a Bíblia Sagrada
ir a culto aos domingos
vigiar na madrugada
jejuar toda Quaresma
comer peixe à Santa-Sexta
cumprir todos mandamentos

Não prometi
dominar a norma culta
seguir as leis de trânsito
respeitar o bom sinal
não jogar lixo na rua
não correr de bicicleta
não xingar em praça puta
a mulher de um poeta

Não prometi

levar as crianças no parque
ser o mais fiel parceiro
ser um pai mais tolerante
dormir na praia em janeiro
dar moedas aos mendigos
parecer homem-diamante
em noites de carnaval

Não prometi
cumprir logo as promessas
ler poesia em outra língua
beber vinho no almoço
conhecer o litoral
ver o pôr do sol na praia
falar com novos vizinhos
nem que saiba o essencial

Não prometi
devorar Literaturas
escrever a melhor obra
defender sempre a verdade
enveredar os sertões
nas linhas de grandes rosas
ensinar às criancinhas
o valor da Liberdade
{jr}

4 comentários:

Fernando Medeiros disse...

Caro Nilson,

No texto que escrevi sobre Ruschi usei um livro que encontrei na biblioteca da UFRPE de Rogerio Medeiros, editora Record "Ruschi - o Agitador Ecológico". Além das fontes escassas e repetitivas da internet, das quais posso ressaltar o site que você já deve conhecer http://www.augustoruschi.com.br/.

Fernando Medeiros disse...

Com relação ao concurso, não seria o da fundação assis chatobrian? Se não me engano as inscrições estão encerradas.

Fernando Medeiros disse...

Também rabisco algumas poesias. Segue o link: http://poesiasconvexas.blogspot.com

Palavras e co-lirius disse...

Olá, meu caro Fernando. Respondi este comentário lá no seu propio blog. Abraço