terça-feira, 20 de outubro de 2009

Contemplar o mundo

Contemplar o mundo e o que nos cerca não é uma atitude tomada por qualquer pessoa - e tem sido cada vez menos comum. Contemplar o mundo também não é uma questão que depende de crenças ou de ensinamentos, é de vontade que nasce de nós, de cada um de nós. Por outro lado, em meio às técnicas que moldam nosso comportamento na dinâmica da vida moderna, para contemplar o mundo não basta por o binóculo para ver sua beleza camuflada ao longe e em outros horizontes; basta dirigirmos os nossos olhares para logo ali, porque no instante do aqui está o lugar que se mantém ocupado por nós mesmos, impossível de ser visto por mim e por ti ao mesmo tempo. Talvez tenha sido por isso que o fotógrafo Marcello Lima, num gesto poético, materializou seu instante de percepção do mundo sancarlense num clic de luz, cor, palavras e olhar auxiliado pela noite e pelo tempo.

Contemple-se!

xxxx

as cores

que sinto

em luzes

e sombras

em forma

xxx

o tempo

presente

que fica

xxx

fotograficamente

xxx

ao futuro

em síntese

na metáfora

do olhar

da alma

do lugar

na memória

xxx

xxx

Marcello de Castro Lima Jr. - é de São Carlos, São Paulo. Licenciado em Letras pela UFSCar e especialista em Fotografia pela UEL. (Veja outros trabalhos no Flickr do autor).

jr

13 comentários:

[M]. Atahualpa disse...

Como diria o cantor pernambucano, China:
"Enquanto tudo gira ao meu redor
Eu permaneço vendo a cor que me convém"


Paz aê mano.

Marcelo Mayer disse...

uma métrica enumerada
uma enumeração imperfeita
uma imperfeição ajustada

muito bom!

Angelo A. P. Nascimento disse...

Fazer poesia de minha poesia?
Isso é covardia!
rs
Ficou melhor do que aminha!
rs
Gostei muito do seu blog.
Voltarei sempre por aqui.
Obg pelas palavras.
Esse poema é lindo.
Abração

Georgio Rios disse...

Muito bem !!!!!Coferirda garantida!!!

Palatus disse...

Oi [M],

Obrigado pela visita. Volte quando puder..abç

Palatus disse...

Oi Marcelo,

Me gustó el trocadillo con las palabras...abrazo.

Ah, o Marcello autor soube mostrar com palavras a originalidade de um olhar atento.

Palatus disse...

Angelo,

Já sou fã de seu blog...e daí acabei brincando com suas palavras, sem covardia, acabei me covardizendo...volte sempre.

Palatus disse...

Caro Geórgio...valei por vir aqui. E a fiota? Saude para ela.abç

Algumas poucas palavras... disse...

Obrigada por seu comentário no meu blog, vou seguir você ...e sinta-se a vontade para me seuir , pois assim poderá acompanhar minhas atualizações.


Saudações poéeticas


=*

carlos alberto trigueiro disse...

é a consagração do instante; bela imagem,belas palavras...

Marcelo Novaes disse...

Intensidade na atitude.



Bela foto.






Abraços,









Marcelo.

Lidi disse...

Linda imagem, linda poesia!
Saudades de você, amigo!

Marcello disse...

amigo Nilson, muito obrigado por ter publicado minha foto e meu poema no seu blog! aos comentaristas, muito obrigado pela atenção. vocês me emocionaram, mesmo. assim como a Vida, aqueles meus sentimentos expressos na foto, no poema, só fazem sentido quando compartilhados. meus abraços, meu afeto