sexta-feira, 9 de outubro de 2009

O tempo de uma saudade

a-ma-amie-geu

As horas passam, o tempo é longo demais; o tempo de uma saudade não anda. Ele já não tem fim, ao menos para mim. Os tiques tacam meus ouvidos e apenas a saudade marca os dias pra te ver no calendário. Vou te esquecer? Não, jamais. Apenas quero não lembrar tanto na tristeza porque me faz incapaz - ao menos hoje - de evitar que a saudade me deixe em paz nestes segundos, nestes mundos. E o coração bate, bate, bate: tuntum tuntum tuntum contando o tempo para te ver mais outra vez, ma amie.

jr
(Foto: arquivo pessoal de G. Fróes, modificada)

7 comentários:

Marcelo Mayer disse...

dorme pra poder vê-la

Palatus disse...

Pois é Mayer,

A saudade é grande!

Tati Martins disse...

Oi, Nilson!
Que bom que vc gostou. É muito difícil escolher. Na verdade, há alguns preferidos, alguns que respeito e outros que merecem força. Sempre somos, no entanto, injustos, pois não podemos indicar todos que merecem e/ou que nos dão uma enorme força e demonstram carinho.
Em tempo: Vc não deve ter visto a minha foto de 20 de setembro no blog. Veja aqui e descubra porque seu livro ainda não foi enviado (http://tatianemomartins.blogspot.com/2009/09/vou-ganhar-na-loteria.html) Ficarei assim até novembro. Estou totalmente presa e dependente. Um horror! Estou fazendo as disciplinas do Mestrado sozinha em casa através das leituras e me virando do jeito que dá...
Um beijinho e obrigada mais uma vez. Serei sempre grata. Não adianta reclamar.

Palatus disse...

Oi Tati,

Que chato isso que te ocorreu. Mas sei que es forte, e como dá para perceber, já deu a volta por cima rapidíssimo. Saúde para ti...quando ao livro, não se preocupe...a emoção de lê-lo é proporcionalmente grande.
Um abraço,
Nilson

geisa disse...

Assim meu corração se afoga em lágrimas! rs...
Vc parece dizer justamente o q precisava nesses dias tão insensíveis que tenho vivido cá...
foi duro pra mim voltar e n ter vc mais por perto...n receber vc à minha porta pra tomarmos um café ou cerveja juntos...ah! quero q esse tempo passe logo...pra que eu possa sorrir com mais frequência...ah! Joh, só vc!!! só vc, mon ami!!!

marcelo cajui disse...

concordo com o chara.

Rafael disse...

belo kra

saudade eh uma coisa de doido mesmo